Ministério da Saúde intensifica combate ao mosquito Aedes aegypti

Imagem: Ministério da Saúde

Teve início no último domingo (25/11) a Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti. A iniciativa, promovida pelo Ministério da Saúde, orienta estados e municípios a realizar ações de conscientização e combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, o que inclui visitas a domicílios, mutirões de limpeza e distribuição de materiais informativos.

A mobilização pretende mostrar que a união entre governo e população é a melhor maneira de derrotar o mosquito, principalmente entre os meses de novembro e maio, considerado o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, devido às condições ideais para sua proliferação fornecidas pelo calor e chuvas, próprias desta época do ano. Segundo Divino Martins, coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, o verão é o período do ano que requer maior atenção e esforços para impedir o nascimento do mosquito.

Dados nacionais mostram que houve uma redução no registro das três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, entre janeiro e novembro de 2018, quando comparado ao mesmo período de 2017. Entretanto, em alguns estados verificou-se um aumento expressivo em casos de dengue, zika e chikungunya, portanto é necessário que os cuidados sejam mantidos.

Segundo os índices oficiais, até o dia 3 de novembro deste ano foram notificados, em todo o país, mais de 223 mil casos de dengue, número um pouco menor do que no ano passado, quando foram notificados cerca de 224 mil; também foram registrados mais de 81 mil casos de chikungunya, com queda de 55,4% no período; e 7 mil prováveis casos de Zika, redução de 54,6% em relação a 2017.

Ações de prevenção e combate ao mosquito ocorrem de maneira permanente e em parceria com estados e municípios. Todas as atividades são gerenciadas e monitoradas pela Sala Nacional de Coordenação e Controle para Enfrentamento do Aedes, em conjunto com o Ministério da Educação, da Integração, do Desenvolvimento Social, do Meio Ambiente, Defesa, Casa Civil e Presidência da República.

 

 

Fonte: Ministério da Saúde

 

 

<< VOLTAR
Vigna Regulatory

Av. Ipiranga, 318 - Bloco A - Cj. 1601
República - São Paulo, SP
CEP 01046-010 - Brasil

+55 11 3124.4455
+55 11 3259.6399